Díade

Da Ontopsicologia

Revisão das 12h46min de 6 de Abril de 2012 por Erico (discussão | contribs)
(dif) ← Revisão anterior | Revisão actual (dif) | Revisão seguinte → (dif)

Etimologia

Grego δυο = dois[1].

Significado

Simbiose com dependência hierárquica entre dois ou mais indivíduos. O mais forte formaliza e polariza o mais frágil de modo tal que o mais frágil aprende o estilo de vida do mais forte.

Pode ser negativa ou positiva.

A díade é uma realidade ineliminável na existência humana. Toda a vida é díade, é o movimento, o proceder da vida. Toda realidade é tal e existe enquanto estabelecida por uma relação.

Em Ontopsicologia, o termo díade significa:

"Movimento a dois onde um movente não pode agir sem o coincidente heteromovente." [1]

É uma unidade de ação que parte de dois centros, um dos quais não pode viver sem a co-existência do outro pólo. Díade é um conceito mais forte do que simbiose, porque a relação diádica implica absoluta necessidade do outro.

Referências

  1. MENEGHETTI, Antonio. Dicionário de Ontopsicologia. 2 ed. rev. Recanto Maestro: Ontopsicologica Editrice, 2008. ISBN 978-85-88381-41-4
Ferramentas pessoais