O Em Si do Homem

Da Ontopsicologia

Índice

Introdução

O Em Si ôntico[1] é a mais importante e fundamental descoberta da Ontopsicologia.

Esta obra, para aqueles que compreenderam a crítica husserliana[1], abre o nexo ontológico.

Sob os limiares fenomenológicos do Eu e do superego, expõe-se a positividade solar do Em Si do homem: o projeto de natureza constituinte da individuação humana. Somente o contato com ele certifica as funções do real e relativos valores. O Em Si fornece o código de interpretação para toda e qualquer fenomenologia e consente o reencontro do significante no significado.

O íntimo do homem é o oposto centralizado do infinito exposto. Por isso, quando e onde o homem atua o próprio a priori, reconhece o discurso existencial como fenomenologia própria. Em tal caso, o indivíduo reúne o real único como introverso e extroverso.

Se a psicologia é a ciência da alma, é inevitavelmente ciência numênica, isto é, Ontopsicologia: ciência do Em si do homem.

Este livro serve para nos tornarmos responsáveis diante da individual oportunidade de existir e realizarmos o individual significado de ser no Ser.

Índice

  1. Primeiro Capítulo: A existência
  2. Segundo Capítulo: O sincronismo dos modos existenciais
  3. Terceiro Capítulo: Por que o meu aqui e agora
  4. Quarto Capítulo: O valor da individuação
  5. Quinto Capítulo: A gênese do fenômeno
  6. Sexto Capítulo: A morte como reentrada
  7. Sétimo Capítulo: Metafísica da morte
  8. Oitavo Capítulo: O fim primário da existência
  9. Nono Capítulo: O valor intrínseco da moral
  10. Décimo Capítulo: O que é a psicoterapia ontopsicológica
  11. Décimo Primeiro Capítulo: Da psicoterapia à pesquisa do homem
  12. Décimo Segundo Capítulo: A consciência total
  13. Décimo Terceiro Capítulo: O inconsciente como Em Si de um contínuo dinâmico
  14. Décimo Quarto Capítulo: O Em Si do homem
  15. Décimo Quinto Capítulo: A intencionalidade psíquica
  16. Décimo Sexto Capítulo: O instinto como terceiro evento do constituinte homem
  17. Décimo Sétimo Capítulo: A triplicidade energética psicossomática
  18. Décimo Oitavo Capítulo: O conhecimento como experiência do Em Si
  19. Décimo Nono Capítulo: A consciência
  20. Vigésimo Capítulo: O eu como categoria de crescimento
  21. Vigésimo Primeiro Capítulo: Afetividade e conhecimento
  22. Vigésimo Segundo Capítulo: O alheio no humano ou grelha de deformação
  23. Vigésimo Terceiro Capítulo: A linguagem
  24. Vigésimo Quarto Capítulo: Da intencionalidade ôntica à informação histórica: indivíduo e sociedade
  25. Vigésimo Quinto Capítulo: Seminário aberto: interrogações
  26. Vigésimo Sexto Capítulo: O que é o Em Si ôntico

Referências

  1. MENEGHETTI, Antonio. O Em Si do Homem. 5 ed. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2004. ISBN 85-8838115-X
  2. HUSSERL, Edmund. A crise das ciências européias e a fenomenologia transcendental. 2 ed. (alemão). Haag: Martinus Nijhoff, 1976. ISBN 90-247-0221-6
  3. MENEGHETTI, Antonio. Manual de Ontopsicologia. 4 ed. rev. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2010. ISBN 978-85-88381-52-0

Ligações externas

Ferramentas pessoais