Psicossomática na ótica ontopsicológica

Da Ontopsicologia

A Psicossomática na ótica ontopsicológica[1], editado pela Ontopsicológica Editora Universitária, apresenta a metodologia ontopsicológica em referência específica à psicossomática. A obra não pretende lançar uma alternativa à avançada inteligência em âmbito médico, mas demonstrar que a doença é uma das linguagens do homem. Investigar esclusivamente no plano famacêutico, químico, molecular, neurológico ou psiquiátrico é como trabalhar e compreender um edifício sem o arquiteto.

Índice

Psicossomática na ótica ontopsicológica

Premissa
A doença tem os próprios modos mentais

A teoria ontopsicológica nasce integralmente a partir da prática clínica. Nenhumas das posições da Ontopsicologia nasce de intuições, deduções, aproximações, sínteses, elaborações intelectuais de um homem de vasta cultura, como é o caso de seu iniciador, Antonio Meneghetti, ou das experiencias com outros grandes, como Frankl, Musatti, Laing, Lacan, nem também da observação de como eles tratavam o sintoma. Toda a teoria ontopsicológica nasce do vivo bem sucedido da experiência clínica, portanto, através de fatos realizados, e não de sugestões, livros lidos ou convicções de setor.

Primeiro Capítulo:
Teorese etiológica da psicossomática

  1. A continuidade energética
  2. Tipologia existencial e necessidade
  3. A lei primária
  4. Formas primárias e secundárias da energia
  5. Campo magnético e pontos-força
  6. A mentira
  7. O "paralelismo"
  8. Eu a priori e inconsciente
  9. A alteração psicossomática
  10. A historicidade
  11. Psicossomática ou psicosemântica?
  12. Remoção e sintoma
  13. Desadaptação neurótica e angústia
  14. A informação
  15. Interação social e soma
  16. A personalidade como experiência e investimento corpóreo
  17. Angústia e homesostase regressiva
  18. Continuidade energética e dicotomia existencial
  19. A memória informática
  20. Medicina e psicoterapia
  21. Caso de epilepsia

Segundo Capítulo:
Ilemorfismo e psicossomática

  1. Perspectiva histórica sobre a psicossomática
  2. A função cria o órgão
  3. Intencionalidade e matéria
  4. A experiência da atividade psíquica
  5. Reversibilidade e irreversibilidade da psicossomática
  6. Psicossomática: da individualidade à socialidade
  7. Cumplicidade do indivíduo na doença
  8. Voluntarismo e cura
  9. O planejamento da doença
  10. Os escopos da doença
  11. O movente patológico
  12. Princípios de síntese da psicossomática
  13. Os dois modos primários da energia

Terceiro Capítulo:
Erotismo e atitude sexual

  1. O significado da sexualidade
  2. Psicologia masculina e psicologia feminina
  3. O complexo de inferioridade feminino
  4. A díade primária na impostação sexual
  5. O sexo como objetificação
  6. Ginecologia e psicossomática
  7. O significado do erotismo
  8. Espiritualidade e vida no erotismo
  9. Sexo e amor
  10. Alguns aspectos sobre comportamentos sexuais
  11. Maturidade no comportamento sexual
  12. O corpo como significante
  13. Compreensão da interioridade do sexo


Quarto Capítulo:
A estrutura originária da agressividade

  1. Introdução prospectiva
  2. O significado primário
  3. Metabolismo e crescimento
  4. A agressividade secundária
  5. Destrutividade e sociedade
  6. Síntese conclusiva

Quinto Capítulo:
Os fundamentos da metodologia ontopsicológica

  1. As descobertas da Ontopsicologia
  2. A unidade inseica de ação


Sexto Capítulo:
Distinção entre medicina e psicologia

  1. Diferenças e complementaridades das duas ciências
  2. A diagnose ontopsicológica
  3. Alguns aspectos sociais inerentes à profissão do médico


Sétimo Capítulo:
Energia e psicoterapia

  1. Precisações introdutórias
  2. Culpa e intencionalidade psíquica
  3. A semântica organísmica
  4. Os quatro princípios da psicossomática

Oitavo Capítulo:
Biodinâmica do campo etérico

  1. Introdução sobre o campo etérico da biodinâmica como primeira dimensão dos fenômenos considerados até então extrassensoriais
  2. Relevações ontopsicológicas sobre o campo etérico


Nono Capítulo:
Fenomenologias da intencionalidade

  1. O conceito de intencionalidade
  2. Psicoterapia e intencionalidade psíquica
  3. Tipos de intencionalidade


Décimo Capítulo:
O lugar de origem da doença

  1. Etiologia da personalidade e da doença
  2. A díade
  3. Psicologia da família


Décimo Primeiro Capítulo:
O processo psicossomático

  1. Os três tempos da psicossomática
  2. Os estilos de delocamento da psicossomática
  3. Precisações sobre a psicossomática


Décimo Segundo Capítulo:
Os corelatos fisiológicos da atividade psíquica

  1. Síntese introdutória
  2. Os quatro sistemas base do organismo
  3. Interação entre os quatro sistemas
  4. Da intencionalidade psíquica à somatização


Décimo Terceiro Capítulo:
Análise clínica de algumas doenças

  1. Campo semântico e informação estrutural orgânica
  2. Esquizofrenia, droga, aids
  3. As doenças "relacionais"
  4. O tumor
  5. Epilepsia, mal de Parkinson, senilidade
  6. A síndrome de Stendhal
  7. A destruição de obras de arte por obra de exaltados


Décimo Quarto Capítulo:
A psicoterapia ontopsicológica aplicada à psicossomática

  1. Os sete momentos na entrevista para a casuística psicossomática
  2. A resistência
  3. A realidade psíquica do humano
  4. Aspectos sobre relação psicoterapeuta-paciente
  5. Conclusão

Notas sobre os textos

Bibliografia do autor

Referências

  1. MENEGHETTI, Antonio. Psicossomática na ótica ontopsicológica. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2005. ISBN 85-86417-01-7
  2. MENEGHETTI, Antonio. Manual de Ontopsicologia. 4 ed. rev. Recanto Maestro: Ontopsicologica Ed, 2010. ISBN 978-85-88381-52-0

Ligações externas

Ferramentas pessoais